Cotidiano

Não busque

Posted on: 9 Dezembro, 2007

Terça feira de manhã. O café na cafeteira, o leite na leiteira e o jornal sobre a mesa. Todos os dias dele são assim, incluindo os finais de semana (prolongados ou não). E então ele resolve se levantar e procurar, além do emprego, uma razão a mais pra acordar todas as manhãs. Não tem esposa, tampouco filhos. Sua família, de origem paranaense, quase nunca o telefona nem sequer o visita. Natal e Ano Novo é sempre na casa de algum vizinho que também estaria sozinho. Solidão.É bem essa palavra que o define.
Naquela manhã, porém, decidiu que não voltaria para casa enquanto sua vida não tivesse tomado um rumo, enquanto suas contas não estivessem todas quitadas, enquanto não se sentisse mais dentro do mundo onde vive. Vestiu sua camisa cinza (exatamente aquela que faltava o penúltimo botão), escolheu a calça preta de sarja, calçou o sapato que antes pertencia ao seu primo Alberto e saiu em busca de algo que ele próprio não sabia. E foi.
O mundo girou, o dia acabou, a noite chegou. Então, já em casa, ele descobre que toda a andança não lhe serviu de nada. Sim, as contas estavam quase todas quitadas mas não havia dinheiro para pagar o gás e nem para dar de caixinha ao varredor de rua do bairro (ao varredor e tantos outros trabalhadores que nessa época do ano insistem em querer engordar o orçamento). Não sobrou dinheiro, não voltou casado, não se sentiu mais “mundano”. Todo o tempo só lhe serviu para algo: perceber que não adianta sair em busca de alguma coisa que nem você mesmo sabe o que é. O melhor que se tem a fazer é fechar os olhos, colocar as mãos sobre a cabeça e gritar PUTA QUE O PARIU!

5 Respostas to "Não busque"

Ae Flavitcha,naum conhecia esse seu lado de poetisa………desse jeito vai longe hein……..

bjus!!!!!!!!!!

Bom…Como eu ja lhe disse,o texto nao tem o menor sentido,até a aquela frase….Mas quando ela chega ela faz a chuck com o texto!!!!
Abalou querida!!!
vc é um luxo!

parece o fim do meu antigo profile

mas ta otimo

acredito sim que você em breve será uma grande jornalista wanna be

bjooo flá

Putz…sério..hauahau..eu tb n sei o q eu to procurando oO

ah..arruma lah ó: (quase nunca o telefone nem sequer o visita–naum seria “Quase nunca o telefonA ; nem sequer o visita”)

posso estar errada..mas acho q vc errou lah oO..jornalista😄..hauahauaha,peguei mania das aulas da Ana..

tah ótimo o blog

=**

concordo com o fabricio
vc é um luxo
adorei..achei fantastico
e ao contrario do q disse o fabricio…eu acho q tem sentido sim
uahuahauhauah

buuuum beeeeeijo flá ^^

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Entradas Mais Populares

Dezembro 2007
S M T W T F S
    Fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Páginas

*

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.

%d bloggers like this: