Cotidiano

Tá todo mundo errado!

Posted on: 14 Novembro, 2008

Já faz dois dias que a manchete da garota de 15 anos estuprada durante uma festa por jovens universitários toma conta dos principais sites de notícias do Brasil. Não bastasse o absurdo do fato, imagens foram gravadas e espalhadas pela internet. Escrevo hoje para expor minha opinião. Nesse episódio não há vítima alguma e não há somente um lado culpado. Estão todos errados, todos sem exceção. Explico no próximo parágrafo.

Muito bem. Acompanhe meu raciocínio, garanto que não dará um pingo de trabalho. O fato aconteceu há três semanas, no município de Joaçaba (SC). Eram 13 pessoas na festa, sendo grande parte deles jovens (e também menores de idade), mais três adultos. Como já dá pra imaginar, estavam todos consumindo bebidas alcoólicas a vontade, inclusive a tal menor “vítima” do crime. Em uma altura da noite, já completamente embriagada, a moçoila decide ir ao banheiro pois não estava mais em perfeitas condições e passava mal de tanto beber. Nisso, três (ou mais) rapazes a derrubam e a estupram ali no chão mesmo, fazendo o que bem entenderam com a já desacordada garota. Agora eu te pergunto: procurou ou não procurou? Não quero justificar a barbaridade que esses caras fizeram, é evidente que eles estavam errados, mas a menina além de estar no lugar errado (a festa era de jovens universitários e ela ainda só tem 15 anos), estava fazendo coisa errada bebendo até chegar naquela situação deplorável. No mínimo é esse tipo de coisa que acontece quando jovens resolvem beber sem limites.

Muitos devem achar absurdo o ocorrido, e é claro que é. Com certeza todos que praticaram o ato ou apenas filmaram devem ser rigorosamente punidos, mas ver a menina como vítima é descabido. Não tenho um pingo de dó, ela sabia muito bem o que estava fazendo no momento em que enchia a cara e com certeza conhecia o ditado “cu de bêbado não tem dono”.  Eu já tive essa idade e sem dúvida soube aproveitar muito bem, sem ser necessário sequer um gole de bebidas etilícas. Com 15 anos não se deve estar em festa universitária, muito menos bebendo descontroladamente. Com essa idade deve-se estar na cama antes das 12 badaladas do relógio, porque no dia seguinte você tem que acordar cedo e ir pra escola. Com 15 anos você pode sim frequentar festas, é evidente, mas que sejam de acordo com a sua faixa etária, curtindo com toda responsabilidade possível. É assim que fui criada e é nisso que acredito. Ela bêbada e eles se aproveitando da situação? Tá todo mundo errado!

 

PS: Peço desculpas pelo uso de palavras de baixo calão, mas fico indignada com esse tipo de coisa!

3 Respostas to "Tá todo mundo errado!"

No minimo uma idiota, não gosto desse povo que sensacionaliza, ela que estivesse em casa

Você poderia ter sido um pouquino mais maldosa.
Não seria demais errado, por exemplo, afirmar que ela é uma vagabunda das noites. Vagabunda no sentido literla – que anda errante!.
Também poderia ter afirmado que ela é uma cafajeste – no primeiro sentido do Aurélio (ed. Milênio): indivíduo de baixa condição.
Também, poderia ter chamado-a de vaca, no sentido figurado brasileiro: origem constante de interesses (festa de universitários para alguém de 15 anos? qual é o interesse dela?)
Para ela ter ido até lá, deve ser, de igual modo, uma vadia (no sentido de estudante pouco estudioso), afinal, se estudasse, saberia dos riscos que correria.
Já os rapazes, no máximo, poderia qualificá-los de oportunistas.

Não importa se ela “procurou” ou não como vc disse. E ela poderia ser uma prostituta, não importa, é tudo uma questão de DIREITO e RESPEITO ao próximo, esteja ele bebado ou não. Ela poderia ter saido ilesa da festa, mas não saiu, por causa DELES!…

Imagine se um estuprador te pega na rua pq te achou gostosa e sua roupa estava provocante pra ele? alguns podem até achar que vc “procurou”, que deveria mudar seu jeito de vestir, de andar, os locais onde freqüenta etc… mas eu não, penso que foi ele que fez isto e deve ser punido.
Você pode até dizer que são casos diferentes, que não usa roupas assim e que são situações diferentes, mas o que eu digo é que a diferença está apenas no lado que está, se vitima ou espectador.

Foi um ato repudiante, sobretuto por te sido praticado por homens (moleques) adultos e em grupo. Não teve um dos miseráveis pra dizer “gente, vamos pensar melhor”, agiram em grupo, por covardia… burgueses sem limites.

Sabemos bem a festinha que vão fazer com eles na cadeia, pois até bandido tem código de “ética” contra estupradores, então por favor, não se faça pior que bandidos nas suas colocações, não inverta os valores!

Mesmo sendo homem, não sendo nem machista nem feminista, digo que seu pensamento exposto é machista, e alimenta a cabeça de jovens rapazes a cometer atos como este…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Entradas Mais Populares

Novembro 2008
S M T W T F S
« Out   Jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Páginas

*

Erro: Twitter não está a responder. Por favor espere alguns minutos e recarregue esta página.

%d bloggers like this: